Campanha “universidades latino-americanas pelo comércio justo”

Cada vez mais são as universidades agora que estão interessadas na campanha pelo comércio justo. Dois países entraram oficialmente neste ano: Equador com a Universidade Tecnológica Equinocial (UTE), que já está em conformidade com 4 critérios e é esperado que em breve possa cumprir com a compra institucional de produtos provenientes de pequenos produtores de comércio apenas. México, com a Politécnica Universidade de Huatusco, que tem uma relação muito próxima com o coordenador dos produtores da zona centro do estado de Veracruz – COORPROVER e já cumpre todos os critérios, também das aquisições internas, comprando café diretamente do Coordenador Mexicano.

O Coordenador equatoriano está também, aprofundando as relações com a Universidad Nacional de Chimborazo e a Escola Superior Politécnica de Chimborazo.  Enquanto isso, em Caranavi (Bolívia), se está promovendo os primeiros contatos com o Instituto Tecnológico de Caranavi e a Universidade Pública de El Alto. Na Costa Rica, a Universidade Estatal à Distância (UNED) está se interessando pelo assunto e com o apoio da delegação da União Europeia, na Costa Rica já desenvolveu uma reunião sobre comércio justo América Latina-Europa, na Universidade da Costa Rica (UCR), em San José.

Esta campanha ajuda a chegar, pouco a pouco, às sociedades dos países para construir relações de comércio justo e consumo responsável, também na região.

Você tem contatos e boas relações com universidades nacionais?

Você acha que a Universidade poderia apoiar a sua organização ou o Coordenador Nacional em diferentes trabalhos de pesquisa, extensão, educação?

Se sua resposta é sim, então nós convidamos você a conhecer melhor a campanha “universidades latino-americanas pelo comércio justo”.

Como CLAC queremos que as organizações de produtores sejam os protagonistas deste processo de influencia e protagonismo e sensibilização local; professores, pesquisadores e estudantes podem ser aliados muito importantes do movimento por um comércio justo e solidário.