Região América Central e México

A região da América Central e México representa cerca do 6% do hemisfério americano e nela integram-se a Guatemala, El Salvador, Honduras, a Nicarágua, a Costa Rica, o Panamá e o México.

Na atualidade cerca de 180 organizações de pequenos produtores(as) e trabalhadores(as) são parte do sonho que como CLAC e Fairtrade estamos construindo. Em suas múltiplas associações, cooperativas ou sociedades participam mais de 120.000 pessoas. Predomina em grande parte destes grupos o cultivo do café, assim como produção apícola, de cacau e frutas, entre outros produtos.

Principais produtos:

  • México: café, mel, banana, pimenta e outras frutas.
  • Guatemala: café, mel e verduras.
  • El Salvador: café, cana de açúcar, nozes.
  • Honduras: café e cacau.
  • Nicarágua: café, cacau e mel.
  • Costa Rica: café, cacau, cana de açúcar, banana e frutas frescas.
  • Panamá: banana, frutas frescas e cacau.

Dados de interesse

Dados de interesse:

Próximos da área montanhosa da Sierra Madre Oriental Mexicana, a Sierra Madre Occidental Mexicana e a Cordilheira Centro-americana, cultiva-se com esforço e esperança grande parte do café dos pequenos produtores(as) organizados, que por suas propriedades em xícara, – com notas suaves e ricos em acidez -, é altamente valorizado entre aqueles que gostam da bebida nos Estados Unidos, Canadá, Alemanha e Holanda.

O mel forma parte da nossa cultura de trabalho. A manipulação sustentável da apicultura, não só permite melhores condições de vida aos pequenos apicultores, senão que promove positivamente o meio-ambiente, avivando a polinização e melhorando a biodiversidade nas áreas apícolas. Se bem que grande parte do nosso mel vai para a Alemanha, é desde aí onde se redistribui para o restante da Europa.

A paisagem de produção na região se completa com cultivos de cacau, – temos que lembrar que a origem histórica do cacau aconteceu precisamente na Mesoamérica, açúcar, assim como produção de frutas que vão desde a banana, abacate, laranja e cítricos, entre outros produtos. A diversidade dos produtos é também parte da contribuição da região Mesoamericana.

Pela proximidade geográfica, uma grande parte da oferta vai à América do Norte (Estados Unidos e Canadá), especialmente os produtos mais perecíveis.

Vinculação e articulação

Vinculação e articulação

Para um trabalho mais articulado e de maior alcance, as cooperativas e associações do comércio justo se organizaram em Coordenadoras Nacionais. Cada país tem a sua própria Coordenadora Nacional, com exceção da Costa Rica e Panamá, que por sinergia se integraram em uma só Coordenadora. As seis Coordenadoras Nacionais na região mantêm uma viva atenção e serviço para suas organizações sociais e para a sociedade em geral, assim como para a família global de Comércio Justo Fairtrade.

Características particulares da região:

Esta região com uma alta biodiversidade, também chamada de Meso-América, considera-se um dos oito centros de origem culturais no mundo. Nesta falam-se 70 línguas indígenas por mais de oito milhões de habitantes, o cultivo do milho tem mais de 5.000 anos, existem 42 gêneros diferentes de abelhas sem ferrão; e são produzidos alimentos como o milho, feijão, pimenta, tomate, entre outros, são uma pequena amostra da grande contribuição neste pequeno território.

¡Descubra en las siguientes infografías el desarrollo del Comercio Justo!

Les presentamos las cifras e impacto del Comercio Justo en Guatemala y Honduras.

Descubra o impacto positivo do comércio justo na cafeicultura

O Programa Fairtrade Finlândia – CLAC: Construindo condições de vida sustentáveis para as organizações de pequenos produtores de café tem se desenvolvido na Guatemala, Honduras e Nicarágua durante os três últimos anos.

Seu objetivo tem sido melhorar as condições de vida dos pequenos(as) produtores(as) de café e suas famílias, através da implementação de novos modelos tecnológicos fundamentados na pesquisa. Estes modelos permitiram melhorar a produtividade de suas plantações como um meio de vida sustentável, contribuir a reduzir os riscos e ameaças da Mudança climática, implementar Boas Práticas Agrícolas que favoreçam o melhoramento da qualidade, assim como fortalecer as capacidades e impulsionar a igualdade de gênero e a inclusão geracional.

Você conhece o projeto de renovação de 8.4 hectares de café em uma Cooperativa cafeeira de El Salvador?

Em uma fazenda demonstrativa foi realizado o projeto de renovação de 8.4 hectares de café em Associação Cooperativa de Produção Agropecuária “El Jabalí” – ACPAEJ, por suas siglas em espanhol, de R.L. em El Salvador, a qual tinha sido fortemente afetada pela Ferrugem do café.

Dois anos depois de ter iniciado o esforço, hoje aparecem os primeiros frutos desse magnífico trabalho realizado pelos pequenos(as) produtores(as) desta bela cooperativa salvadorenha.

Não duvide em entrar em contato com a equipe operacional de CLAC na região da América Central e México, se tiver alguma pergunta sobre o nosso trabalho, organizações, certificações ou produtos de Comércio Justo. Será um prazer atendê-lo.

CLAC - 2016, CLAC – 2016, Textos e fotografias tem todos os direitos reservados.