Região Andina

A Região Andina em CLAC está composta por quatro países: Peru, Colômbia, Equador e Bolívia. Existe um total de 460 organizações de pequenos produtores(as) e 50 plantações que incluem um total de 15.000 pequenos produtores e 5.000 trabalhadores(as) rurais.

Principais produtos:

  • Peru: cacau, café, banana, cana de açúcar, aspargos, granadilha, manga e abacate.
  • Colômbia: café, banana, cacau, gulupa, uchuva (phisalys), cana de açúcar.
  • Equador: banana, cacau, flores, açúcar da cana, quinoa, baby banana.
  • Bolívia: café, cacau, castanha (noz do Brasil), quinoa.

Dados de interesse:

  • A Colômbia é o país a nível mundial com o maior número de plantações certificadas Fairtrade, em sua grande maioria de banana.
  • Peru é o país com maior número de organizações certificadas Fairtrade do mundo.
  • O Equador é o país com maior crescimento em exportadores Fairtrade.
  • A Bolívia é o país com maior produção de castanha e quinoa da região.

Características particulares da região

As Coordenadoras Nacionais de comércio justo na Região Andina, priorizaram atividades relacionadas com a gestão e incidência em Universidades e governos locais, conseguindo coincidir em programas de apoio e proteção ao pequeno produtor(a), da mesma maneira desenvolveram estratégias locais que facilitam a comercialização direta de produtos em mercearias e supermercados locais.

A inclusão de jovens é uma linha estratégica que tem brilhado na região pelas conquistas alcançadas em países como Equador e Peru. Recentemente na Bolívia foi criado o primeiro comitê nacional de jovens e no curto prazo vai se promover a criação do comitê nacional de jovens pelo comércio justo na Colômbia.

Em relação ao meio-ambiente, os processos de impacto de mudança climática têm se desenvolvido com base em oficinas diagnósticas que têm lançado insumos necessários para a construção de alianças entre produtores que giram ao redor da conservação de fontes hídricas e sistemas agroecológicos.

Nesta mesma linha estratégica se pretende envolver os trabalhadores(as) de plantações para que conheçam a realidade ambiental do seu território e incidam de forma direta por meio do investimento de recursos financeiros em pontos críticos.

Descubra a cafeicultura de comércio justo na Colômbia!

Suas organizações de café, cifras e impacto

A primeira associação de pequenos cafeicultores que conseguiu entrar no Comércio Justo na Colômbia foi Asprocafé Ingrumá; sua primeira exportação de Comércio Justo ao mercado internacional foi em 1992 através de Expocafé, marca líder e pioneira na comercialização do café de Comércio Justo na Colômbia.

Expocafé tem sido a exportadora líder de café Comércio Justo na Colômbia. Começou esta dinâmica em 1991 quando o seu gerente esteve na Europa visitando clientes e por coincidência encontrou-se com o tema do Comércio Justo. Inicialmente o Comércio Justo certificado na Colômbia se reduzia ao café, passando logo a cobrir categorias como o cacau, a banana, flores, frutas e artesanatos.

Você já conhece o Programa de Incremento a Produtividade (PIP) da Banana desenvolvido pelo

Descubra o benefício produtivo e econômico do programa!

Esta iniciativa busca criar uma produção mais limpa e aumentar a produtividade dos pequenos(as) produtores(as). Motivando a construção de biofábricas e utilizando como matéria prima os resíduos que a natureza proporciona, sem que estes sejam expostos a nenhuma transformação química. A implementação da fabricação de biofermentos, como complementos dos programas de fertilidade, gera uma melhoria importante na saúde dos solos, aumentando o controle biológico de pragas e doenças.

Tudo isto é possível graças a um projeto que CLAC gerenciou no Sistema Global de Projetos de Fairtrade, o qual busca melhorar os níveis de produtividade e qualidade dos produtos das Organizações de Pequenos(as) Produtores(as) e as condições sociais com a Prima Fairtrade.

Não duvide em entrar em contato com a equipe operacional de técnicos de CLAC na região Andina, se tiver alguma pergunta sobre o nosso trabalho, organizações, certificações ou produtos de Comércio Justo em nossa região.

CLAC - 2016, CLAC – 2016, Textos e fotografias tem todos os direitos reservados.