Apresentação da Rede Café

A Rede Café integra o conjunto de organizações membros da Coordenadora Latino-americana e do Caribe de Comércio Justo (CLAC) que trabalham no âmbito cafeteiro e mantêm os princípios do sistema de Comércio Justo e das organizações de pequenos produtores.

A Rede Café foi constituída em 2005, mas vem operando desde os anos 90 a fim de consolidar uma instância com maior representatividade e poder de negociação para defender os interesses das organizações produtoras de café, tanto no âmbito nacional como internacional.

Atualmente, a Rede Café está integrada por 155 organizações de pequenos produtores de café de diversos países da América Latina e do Caribe.

Os objetivos da Rede Café estão orientados aos âmbitos social, de grêmios, empresarial-técnico, assim como também a facilidade de processos e alianças.

A Rede Café constitui-se sobre dois grandes organismos internos:

  1. Assembleia Geral: espaço democrático no qual participam representantes das organizações membros.
  2. Comitê Coordenador: organismo eleito em Assembleia Geral. Sua função é elevar diante do Conselho de Diretores da CLAC, as inquietações, problemas e propostas das organizações de pequenos/as produtores/as de café.
  • A consolidação de uma comunicação constante entre as organizações de Comércio Justo da América Latina e do Caribe

  • A definição, aprovação e implementação de políticas a favor dos pequenos/as produtores/as de café.

  • A promoção e defesa dos princípios e critérios originais de Comércio Justo.

  • A promoção e fortalecimento de alianças com outras redes de produtores e com diferentes atores que participam dentro do sistema de Comércio Justo.

  • A promoção do café das organizações membros em feiras e eventos internacionais.

  • A troca de experiências e desenvolvimento de estratégias entre as organizações membros da Rede Café.

Consulte as últimas notícias da Rede Café

Descubra a cafeicultura de comércio justo na Colômbia!

Suas organizações de café, cifras e impacto

A primeira associação de pequenos cafeicultores que conseguiu entrar no Comércio Justo na Colômbia foi Asprocafé Ingrumá; sua primeira exportação de Comércio Justo ao mercado internacional foi em 1992 através de Expocafé, marca líder e pioneira na comercialização do café de Comércio Justo na Colômbia.

Desde que comenzó sus exportaciones en el mercado FairTrade, Expocafé ha transferido millones de dólares a las comunidades que la utilizan como exportador.

Expocafé tem sido a exportadora líder de café Comércio Justo na Colômbia. Começou esta dinâmica em 1991 quando o seu gerente esteve na Europa visitando clientes e por coincidência encontrou-se com o tema do Comércio Justo. Inicialmente o Comércio Justo certificado na Colômbia se reduzia ao café, passando logo a cobrir categorias como o cacau, a banana, flores, frutas e artesanatos.

Não duvide em entrar em contato conosco para resolver qualquer questão relativa ao café de comércio justo produzido pelas organizações membro de CLAC. Será sempre um prazer atendê-lo!

CLAC - 2016, CLAC – 2016, Textos e fotografias tem todos os direitos reservados.